NOTÍCIAS

Pastor critica práticas místicas adotadas no réveillon

02/01/2016

Quando um ano termina, muitas pessoas se preparam para a chegada do novo ciclo com simpatias e outras superstições. E, apesar de o Evangelho ser completamente avesso a essas práticas, muitos cristãos – católicos romanos e até mesmo alguns considerados evangélicos – se apegam a rituais e mandingas. O pastor e escritor Renato Vargens publicou um artigo criticando as práticas supersticiosas, como usar peças de roupa amarelas para atrair dinheiro, ou comer lentilhas para o mesmo fim.

“Lamentavelmente alguns ditos evangélicos são tão supersticiosos quanto aos não cristãos, isto porque, influenciados por uma fé mística e sincrética, têm sido tomados pelas mais variadas crendices populares. Há pouco soube de um evangélico que não admite entrar no ano novo sem que esteja vestido de branco, afinal de contas, branco é a cor da paz, isso sem falar naqueles vestem vermelho para encontra um amor e os que comem lentilhas para prosperar”, lamentou o pastor.

Vargens acrescenta que “o comportamento de alguns dos denominados evangélicos, cada vez mais se aproxima do comportamento daqueles que não confessam a Cristo como Senhor e Salvador”.
“Vamos combinar uma coisa? Isso não é cristianismo nem aqui nem na China. Ao ouvir as aberrações proferidas por esse povo, chego à conclusão que suas mentes são de uma fertilidade fora do comum. Por favor alguém me diga de onde que esse pessoal tira tanta bobagem? Das Escrituras é que não são. Veja bem, nós não somos regidos por superstições, não temos medo de gato preto, nem tampouco de passar embaixo da escada; nós não acreditamos em mal olhado; olho gordo ou inveja santa”, frisou.

Em sua conclusão, o pastor recapitula os princípios basilares do servir a Deus:

“Nossa fé está em Cristo e é nele que confiamos e em virtude disso não necessitamos comer lentilhas, vestir branco, ou fazer promessas, até porque, absolutamente nada pode acontecer de mal na vida daquele que serve ao Senhor sem que este permita […] Deixe a superstição, celebre a vida e um abençoado 2016”, encerrou.

Fonte: Gospel +
Adaptação: Milton Alves




SOCIEDADES INTERNAS

SIGA:

Siga, compartilhe, interaja!

NEWSLETTER:

Receba as novidades da Jardim de Oração.