NOTÍCIAS

Na Suécia, EI dá ultimato a cristãos: “Convertam-se ou morram”

07/12/2015

As ameaças do Estado Islâmico de perseguir e matar cristãos em todo o mundo ganharam um novo episódio recentemente, com pichações contra os assírios na cidade de Gotemburgo, na Suécia. Os cristãos assírios que vivem no país temse deparado, constantemente, com mensagens de intolerância religiosa e ultimatos, pichados em estabelecimentos comerciais e muros da cidade. Mensagens como “o califado está aqui” e “convertam-se ou morram” tem surgido por toda Gotemburgo, de acordo com informações do jornal sueco Dagens Nyheter.

Além dessas ameaças, a letra ن (“N” no alfabeto árabe, como na foto do texto), usada pelos extremistas para identificar cristãos com uma abreviação de “Nazareno” (termo usado para se referir aos seguidores de Jesus Cristo de Nazaré), tem sido pichada em propriedades dos cristãos assírios, como forma de identificar onde vivem seus alvos.

Essa mesma estratégia havia sido usada pelo Estado Islâmico quando invadiu Mosul, no Iraque, cidade que era considerada um reduto de cristãos.

“Eu senti um súbito arrepio percorrendo a minha espinha. É terrivelmente doloroso, nos sentimos ameaçados”, disse Markus Samuelsson, cristão assírio dono de uma padaria em Gotemburgo, em entrevista ao jornal Dagens Nyheter.

“Nossa família fugiu da Turquia para a Suécia na década de 70. Esta exposição ao perigo nos lembra das histórias que nos contaram, quando éramos crianças. É muito real e ameaçador. Estamos aterrorizados”, acrescentou.

Um representante do distrito assírio da cidade, Josef Garis, disse que a polícia está investigando a autoria das ameaças:

“É como se a perseguição do passado se reaproximasse”, lamentou.

Meses atrás, outro jornal, o Aftonbladet, noticiou que aproximadamente 150 pessoas haviam deixado Gotemburgo, mudando-se para o Iraque e a Síria, a fim de juntarem-se ao Estado Islâmico.
Gotemburgo foi descrita pelo estudioso em terrorismo Magnus Ranstorp como o “centro sueco dos jihadistas”, segundo informações do Christian Today.

Cristãos assírios

Recentemente o Estado Islâmico revelou ao mundo, em vídeo, a execução de três cristãos assírios, por decapitação, após se recusarem a negar Jesus, e pediu um resgate milionário para libertar os outros quase 200 reféns.

Os cristãos assírios são fiéis da Igreja Assíria do Oriente, que teve origem no século 1. Boa parte dos adeptos dessa vertente do cristianismo fala aramaico, o dialeto que era falado por Jesus.
Gospel+

Fontes: Gospel+
Adaptação: Milton Alves




SOCIEDADES INTERNAS

SIGA:

Siga, compartilhe, interaja!

NEWSLETTER:

Receba as novidades da Jardim de Oração.