NOTÍCIAS

Ideologia de Gênero é abuso infantil

05/05/2016

O escritor George Orwell escreveu uma frase que se tornou famosa e pode muito bem ser inserida no momento em que vivemos: “Num tempo de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário.”

Para aqueles amarrados à realidade biológica, a verdade é que, antes do nascimento, as pessoas já desenvolvem tanto os gênes XY ou XX e, como tal, são definidos como homem ou mulher. Isso é indiscutível e tão claro como o azul é azul e o rosa é rosa. Isso é Ciência, não obstante a agenda politicamente motivada dos grupos LGBT, que defendem o que definem como escolha do sexo, para todas as idades, seja homem ou mulher. Por isso, não chega a surpreender que, tragicamente, que entre aqueles que passam por essa transição”, 41% , posteriormente, tentam o suicídio.

Esse regime sócio-político dito progressista, deixa de ser apenas lamentável e delirante e passa para medonho e abusivo quando as crianças passam a ser os alvos de adultos egoístas, que exploram alguns jovens ainda sexualmente confusos. Eles são alimentados com a ilusão da escolha do gênero e bombardeados com perigosos hormônios, ou com outra forma de mutilação cirúrgica e esterilizados através da cirurgia de mudança de sexo.

A fim de lidar com a crescente dinâmica deste charlatanismo pseudo-científico prejudicial, uma série de especialistas médicos dos Estados Unidos, finalmente resolveu se posicionar sobre o controvertido assunto.

“O Colégio Americano de Pediatria (ACPeds) alerta aos educadores e legisladores para que rejeitem toda e qualquer regra que condicione crianças a aceitar como algo normal qualquer tipo de personificação (cosmética ou cirúrgica) do sexo oposto“.

Este grupo de defesa da saúde da criança lançou um relatório que determina, entre outras coisas:

1. A sexualidade humana é uma característica biológica binária objetiva: “XY” e “XX” são marcadores genéticos de saúde, não uma doença.

“A norma para o projeto humano deve ser concebida como masculina ou feminina. A sexualidade humana é binária com a finalidade de reprodução da nossa espécie”, eles observam. “Este princípio é evidente. Os distúrbios extremamente raros da diferenciação sexual (DSDs), incluindo, mas não se limitando, a feminização testicular e hiperplasia supra-renal congênita, são todos os desvios medicamente identificáveis a partir da norma binária sexual, e são corretamente reconhecidas como desordens de ordem genética. indivíduos com DSDs não constituem um terceiro sexo. ”

2. Ninguém nasce com um gênero. Todo mundo nasce com um sexo biológico.

Vamos dar um passo adiante. O fenômeno transgender é, no sentido mais amplo, uma artificial construção antiteísta que tem contaminado a nossa sociedade. É um ato aberto de rebeldia, como se o ser humano estivesse agitando o punho contra as leis da natureza e de Deus.

E isso é perigoso.

O Hospital Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos, foi pioneiro na cirurgia de mudança de sexo. Eles agora se recusam a executar esses procedimentos. O psiquiatra Paul R. McHugh, ex-psiquiatra-chefe e atual professor de psiquiatria do hospital, está entre aqueles que participaram no relatório da American Psychological Association ( ACPeds), reconhece que transgênero é um “transtorno mental” e que a ideia de mudança de sexo é biologicamente impossível.

“As pessoas que se identificam como tendo sentimento do sexo oposto não compreendem um terceiro sexo. Elas permanecem homens biológicos ou mulheres biológicas”, determina ACPeds.

3. A crença de uma pessoa que eles ou elas são algo que não são é, na melhor das hipóteses, um sinal de pensamento confuso.

“Quando um menino biológico acredita que ele é uma menina ou uma menina biológica acredita que é um menino, existe um problema psicológico objetivo que está na mente não o corpo, e deve ser tratado como tal”, observa o relatório. “Estas crianças sofrem de disforia de gênero. Disforia de gênero (GD), anteriormente listados como Transtorno de Identidade de Gênero (GID), é um transtorno mental reconhecido cientificamente na mais recente edição do Manual Diagnóstico e Estatístico da Associação Psiquiátrica Americana (DSM-V). As teorias de aprendizagem psicodinâmicas e sociais do GD / GID nunca foram refutadas. ”

4. A puberdade não é uma doença, e bloquear os hormônios nesta fase da vida pode ser perigoso.

“Reversível ou não, hormônios bloqueadores de puberdade induzem a um estado de doença e inibem o crescimento e fertilidade em uma criança biologicamente saudável”, observa relatório da ACPeds.

5. De acordo com o DSM-V, 98% dos rapazes e 88% das moças passam por questionamentos nesta fase da vida e se recuperam, pois a grande maior parte acaba por aceitar, naturalmente, seu sexo biológico. E então por que chamar um médico se a pessoa tem 98% de chances de recuperação completa? Por que prejudicar a criança com a injeção hormônios perigosas ou cirurgia de esterilização?

Devemos chamá-los do que eles realmente são: criminosos. O relatório ACPeds passou a identificar a chamada “ideologia de gênero” de: O abuso de crianças.

6. Crianças que usam hormônios bloqueadores da puberdade para se aproximarem do sexo oposto enfrentarão riscos perigosos para a saúde como: pressão arterial elevada, a formação de coágulos sanguíneos, AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e cancro.

A ideologia de gênero é um anátema para a boa medicina.

7. As taxas de suicídio são 20 vezes maiores entre os adultos que usam hormônios do sexo oposto e se submetem à cirurgia de redesignação sexual, mesmo na Suécia, que está entre os países que mais facilidades proporcionam aos grupos LGBTs.

“Que pessoa razoável seria capaz de condenar as crianças a este destino, sabendo que após a puberdade como muitos como 88% das meninas e 98% dos rapazes acabará por aceitar a realidade e alcançar um estado de saúde física e mental?”, indaga o relatório.

8. Convencer uma criança que passar a vida inteira dependendo de drogas, ou ainda levá-la a fazer a cirurgia de redesignação de sexo é algo normal e saudável é abuso infantil.

Se tais abusos fossem associados com outra coisa e não com os grupos LGBT, que apresentam interesses políticos especiais, já teriam sido resolvidos.

Fonte: Charisma News
Adaptação: Milton Alves




SOCIEDADES INTERNAS

SIGA:

Siga, compartilhe, interaja!

NEWSLETTER:

Receba as novidades da Jardim de Oração.